May 31, 2023 Araxá-Minas Gerais

2º Domingo do Tempo Comum – Jo 2, 1-11 – 20 Janeiro 2019

Vamos nos deter um pouco contemplando a narrativa que o Discípulo Amado nos apresenta, neste capítulo dois. João retrata, em uma festa de bodas, uma situação de carência. Nas circunstâncias narradas percebemos a ação de Maria. Aquela que é a discípula das discípulas. Assume ela o discipulado como estilo de vida, embora no início das apresentações públicas de Jesus.

Tudo nela, seus gestos, suas palavras, seus sentimentos, seu jeito de servir estão direcionados para o próprio Jesus Cristo. Maria é mãe de Jesus, mas também se apresenta como discípula. Ela é sabedora que ele é o Filho de Deus e Salvador do mundo. Ela, como a primeira discípula, dá o tom do que vem a ser o verdadeiro discipulado: fazer a vontade de Jesus.

Pode haver, por acaso, uma vida em Cristo sem o discipulado? Querer tudo o que Jesus pode dar desde que não haja seguimento. Muito menos compromisso. Podemos assumir um princípio de vida buscando tudo o que Jesus pode dar desde que sejam situações pontuais. Será um amor a Jesus visando o que ele pode dar e faz por nós, mas nos distanciamos daquilo que devemos fazer seguindo-o.

Em sua fala Maria nos revela uma verdade bem singular: Jesus se apresenta a nós como Senhor e, consequentemente, deveríamos fazer tudo o que ele nos propor e ordenar. Podemos ter uma tendência, às vezes até pretensão de inverter as posições. Vamos ao auge da ousadia de pretender determinar o que Jesus pode ou não fazer em relação a nós. Seria o atrevimento de querer transformar Jesus num servo requintado que está à disposição sempre para fazer a vontade de cada um no próprio momento oportuno.

A plenitude de Jesus em nós é querida. Não, porém, dedicar a ele completamente.

A espiritualidade de Maria segue em posição oposto. Por isso ela indica o bom caminho pelo qual se deve viver o discipulado. Nela se pode perceber que é o verdadeiro ou falso discípulo. Maria vivia a dimensão da obediência e do serviço. São estas características indicativas da melhor maneira de fazer-se discípulo.

Maria estabelece também a esperança como princípio de comportamento. O que ela está vendo e esperando não é o definitivo. Falta ainda a ação de Jesus, que virá com o vinho melhor. Através dos olhos dessa discípula podemos ver além e enxergar a plenitude daquilo que nos falta, tanto no hoje quanto no amanhã de nossa vida.

Somos verdadeiros discípulos?

Notícias relacionadas

Feliz dia das Mães

maio 10, 2020

maio 10, 2020

Homenagem do nosso pároco Pe. Francisco as mães.

13º Domingo do Tempo Comum – Solenidade de São Pedro e São Paulo Mt 16, 13-19 – 01 de julho de 2018

junho 29, 2018

junho 29, 2018

A identificação comum que temos dessa festa é como o dia do papa, sucessor de Pedro. Mas celebramos também Paulo,...

Segundo Domingo da Páscoa – Jo 20, 19-31 – 08 de abril de 2018

abril 6, 2018

abril 6, 2018

Algo que parece já fazer parte de nossa filosofia de vida é, dentro do bojo dos ditos populares, é a...

16º Domingo do Tempo Comum – Mc 6, 30-34 – 22 de julho de 2018

julho 21, 2018

julho 21, 2018

No tempo de Jesus o tema das ovelhas sem pastor é algo gritante. Percebe-se que tanto no âmbito da religião...

Epifania do Senhor – Mt 2, 1-12 – 06 Janeiro 2019

janeiro 7, 2019

janeiro 7, 2019

O episódio dos Magos – Reis Magos – narrado no Evangelho deMateus é uma bonita alegoria a respeito da repercussão...

11º Domingo do Tempo Comum – Mc 4, 26-34 – 17 de junho de 2018

junho 16, 2018

junho 16, 2018

Jesus veio ao mundo com a missão de implantar o Reinado de Deus. Toda a sua vida e suas atitudes...

19º Domingo do Tempo Comum – Jo 6, 41-52 – 12 de agosto de 2018

agosto 12, 2018

agosto 12, 2018

O esforço humano por si só é insuficiente para compreender profundamente quem é Jesus. A intervenção divina se faz necessária....

4º Domingo do Advento – Lc 1, 39-45 – 23 dezembro 2018

dezembro 23, 2018

dezembro 23, 2018

Em nossa caminhada litúrgica desse advento tivemos contatos com personagens bíblicos altamente significativos: João Batista, Maria, Isaías. Todos nos preparando...

3º Domingo do Tempo Comum – Lc 1, 1-4. 4, 14-21 – 27 Janeiro 2019

janeiro 27, 2019

janeiro 27, 2019

No texto do Evangelho desse domingo nós nos encontramos diante de um programa concreto de Jesus. O evangelista Lucas, depois...

Pastoral da Catequese

junho 20, 2018

junho 20, 2018

Iniciação de vida Cristã. Terminou agora no início do mês de junho os encontros com as famílias da Iniciação de...

18º Domingo do Tempo Comum – Jo 6, 24-35 – 05 de agosto de 2018

agosto 4, 2018

agosto 4, 2018

No domingo passado encontramos Jesus e seus discípulos diante de uma multidão necessitada de alimento. No gesto de partilha de...

Domingo de Ramos e Domingo da Paixão – Mc 15, 1-39 – 25/03/18

março 27, 2018

março 27, 2018

Esta celebração, como a temos atualmente, é proveniente da tradição tanto das Igrejas Orientais como da Igreja Ocidental. O rito...

Quarto Domingo da Páscoa – Jo 10, 11-18 – 22 de abril de 2018

abril 19, 2018

abril 19, 2018

Este domingo recebe uma denominação peculiar: o domingo do bom pastor. Outra menção desse domingo é o chamado par que...

12º Domingo do Tempo Comum – Lc 1, 57-66.68 – 14 de junho de 2018

junho 23, 2018

junho 23, 2018

A Igreja dá um destaque significativo a São João Batista. Ele é o único santo que tem duplo espaço na...