April 20, 2024 Araxá-Minas Gerais

Domingo de Ramos e Domingo da Paixão – Mc 15, 1-39 – 25/03/18

Esta celebração, como a temos atualmente, é proveniente da tradição tanto das Igrejas Orientais como da Igreja Ocidental.

O rito oriental tinha o costume de realizar uma procissão imitando a entrada de Jesus na Cidade Santa, Jerusalém. Eles transportavam ramos nas mãos, como os judeus o fizeram, recebendo Jesus como um rei e aclamando: “Hosana! Bendito o que vem em nome do Senhor! Bendito o reino que vem, o reino de nosso Pai Davi! Hosana no mais alto dos céus!

No ocidente, porém, a liturgia romana fazia a recordação da Paixão de Jesus Cristo. Lembrava, celebrativamente, os momentos decisivos da vida do Senhor. O rito romano fez convergir essas duas vertentes do messianismo de Jesus e a revelação de sua identidade filial.

Daí, temos a Procissão de Ramos na qual nós exaltamos o Jesus sendo reconhecido pelo povo de Jerusalém como o ansiosamente esperado. Ainda mais aquele povo que naquele tempo estava sob o jugo do império romano. Sentia também a necessidade de viver livre de seus governantes e dos líderes religiosos. Os gritos de HOSANA!

A missa de domingo de Ramos é composta de dois momentos específicos. O primeiro fora da igreja e o segundo dentro da igreja.

O local do primeiro momento acontece em um ambiente um tanto distante da igreja. Aí é proclamado o evangelho que narra a entrada de Jesus em Jerusalém. O evangelho recorda três simbolismos: o cortejo, os ramos de oliveira ou de palmeira e o jumento.

O cortejo festivo recorda o caminhar dos discípulos que seguem as pegadas do Mestre e a acolhida de Jesus como rei. Os mantos são estendidos para que ele passe.

Os ramos, donde se extrai o azeite, era uma forma de aclamar Jesus como Ungido, o Messias esperado.

O jumento mostra que Jesus entra em Jerusalém de forma humilde. É portador de paz e salvação.

No segundo momento, em ato contínuo, é celebrada a Eucaristia. O texto do Evangelho apresenta uma das narrativas da Paixão. Mostra que a morte de Jesus tem caráter inocente e voluntário. Ela denuncia a maldade e implode o sistema apoiado na injustiça e pelo pecado. O caminho pode trilhá-lo. A paz é oferecida como fruto da justiça.

A morte de Jesus desfaz o caminho de Adão. Jesus é o novo Adão.

Notícias relacionadas

13º Domingo do Tempo Comum – Solenidade de São Pedro e São Paulo Mt 16, 13-19 – 01 de julho de 2018

junho 29, 2018

junho 29, 2018

A identificação comum que temos dessa festa é como o dia do papa, sucessor de Pedro. Mas celebramos também Paulo,...

3ºDomingo do Advento – Lc 3, 10-18 – 16 dezembro 2018

dezembro 16, 2018

dezembro 16, 2018

A característica central da Liturgia da Palavra desse domingo está expressa na segunda leitura. Trecho da carta de Paulo aos...

Solenidade de Cristo Rei

novembro 26, 2018

novembro 26, 2018

A Solenidade de Cristo Rei, celebrada neste domingo (25), marca o fim do Ano Litúrgico da Igreja Católica, na 34ª...

RCC no Brasil comemora 50 anos

agosto 31, 2019

agosto 31, 2019

Celebrando com gratidão, os 50 anos da RCC, no Brasil! Foi o convite que a RCC Nacional pediu aos grupos...

2º Domingo do Advento – Lc 3, 1-6 – 09 dezembro 2018

dezembro 16, 2018

dezembro 16, 2018

A liturgia de nosso segundo domingo do Advento tem como que um fio condutor o anúncio da Salvação. Em resumo...

56ª Assembleia Geral da CNBB

abril 11, 2018

abril 11, 2018

Tem início, em Aparecida (SP), a 56ª Assembleia Geral da CNBB Às 9h15, começou, oficialmente, a 56a. Assembleia Geral da...

Pastoral da Catequese

junho 20, 2018

junho 20, 2018

Iniciação de vida Cristã. Terminou agora no início do mês de junho os encontros com as famílias da Iniciação de...

18º Domingo do Tempo Comum – Jo 6, 24-35 – 05 de agosto de 2018

agosto 4, 2018

agosto 4, 2018

No domingo passado encontramos Jesus e seus discípulos diante de uma multidão necessitada de alimento. No gesto de partilha de...

4º Domingo do Advento – Lc 1, 39-45 – 23 dezembro 2018

dezembro 23, 2018

dezembro 23, 2018

Em nossa caminhada litúrgica desse advento tivemos contatos com personagens bíblicos altamente significativos: João Batista, Maria, Isaías. Todos nos preparando...

33º domingo do tempo comum – Mc 13, 24-32 – 18 novembro 2018

novembro 18, 2018

novembro 18, 2018

Em 2016, por desejo do Papa Francisco, aconteceu a celebração extraordinária do Ano Santo da Misericórdia. A partir daí, o...

Encontro do grupo de mães que oram pelos filhos

junho 15, 2019

junho 15, 2019

Tarde de formação no dia 16 de junho/2019 as 13h no Centro de Evangelização da Paróquia São Domingos de Gusmão...

Batismo do Senhor – Lc 3, 15-16. 21-22 – 13 Janeiro 2019

janeiro 16, 2019

janeiro 16, 2019

Liturgicamente chegamos à última festa do chamado ciclo natalino. É a festa do Batismo do Senhor. Ao vir ao mundo...

Coral Totus Tuus do Santuário São João Bosco de Brasília

julho 11, 2019

julho 11, 2019

Estaremos recebendo o Coral Totus Tuus do Santuário São João Bosco de Brasília, nos dias: – 18 de julho, 18h30min...

12º Domingo do Tempo Comum – Lc 1, 57-66.68 – 14 de junho de 2018

junho 23, 2018

junho 23, 2018

A Igreja dá um destaque significativo a São João Batista. Ele é o único santo que tem duplo espaço na...

3º Domingo do Tempo Comum – Lc 1, 1-4. 4, 14-21 – 27 Janeiro 2019

janeiro 27, 2019

janeiro 27, 2019

No texto do Evangelho desse domingo nós nos encontramos diante de um programa concreto de Jesus. O evangelista Lucas, depois...